Inicio Olá, Seja Bem-Vindo (a)
Quarta-feira, 28 de Outubro de 2020.
Nossa Missão:
Adorar a Deus, Pregar o Evangelho e
Formar em Cristo em Todas as Pessoas.
Quem Somos
Onde Estamos
Horários dos Cultos
Grupo Familiar
Boletim
Ministérios
Tema Anual
Pastores
Fotos
Biblia Online
Aniversários
Multimídia
Parceiros
Contato
 
LOGIN
SENHA
LOGIN
SENHA
não sou cadastrado >>
 

Fotografia da Alma

Alguém já disse que uma imagem vale por mil palavras. E num tempo onde a aparência tem maior vantagem do que o caráter - a fotografia vem cumprir bem o papel de mascarar o que não pode ser capturado pelas lentes artificiais das maquinas.

Uma fotografia pode ser usada para diversos fins, principalmente para vender uma imagem não verdadeira de uma situação, pessoa ou objeto. E com o advento Photoshop não existe mais essa história de “sair ruim na foto”. Afinal, quase tudo pode ser consertado com as milagrosas ferramentas do famoso programa de edição de imagem.

De modo geral a fotografia, do grego: “Phos + Graphein” é definida como A Arte de Capturar o Momento. Mas que momento? O momento “feliz”. Geralmente é isto que é exposto nas redes, até porque poucas pessoas gostariam ou permitiriam “fotografar” o seu “ser infeliz”, não é mesmo?

Imagens enganam e podem nos persuadir ao erro como aconteceu no passado:

“Quando chegaram, Samuel viu Eliabe e pensou: "Com certeza este aqui é o que o Senhor quer ungir". O Senhor, contudo, disse a Samuel: "Não considere a sua aparência nem sua altura, pois eu o rejeitei. O Senhor não vê como o homem: o homem vê a aparência, mas o Senhor vê o coração". 1Samuel 16.6-7.

É muito comum nos dias de hoje a gente vê os mais diversos eventos da vida privada exibidos no Facebook, Instagram e WhatsApp. Acho que até para mostrar que pertencemos, que somos parte de algo importante que está acontecendo por aí.

Vale ressaltar, entretanto que Phos “luz” + Graphein “registrar”, é mais do que apenas capturar imagens qualquer e publicá-las nas redes sociais. Jesus disse algo importante sobre a luz: “Se, porém, andamos na luz, como ele está na luz, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus, seu Filho, nos purifica de todo pecado”. 1João 1.7.

Observando os textos de 1Samuel 16.6-7 e 1João 1.7, podemos dizer que Deus também tem uma lente poderosa para nos fotografar a todo momento, mas diferentemente da fotografia habitual a lente de Deus permite capturar as imagens do coração, aquelas que ninguém consegue ver.

Veja que a fotografia habitual pode esconder imperfeições, tira-se uma manchinha ali, outra ruguinha aqui e assim pode-se esconder as marcas deixadas pelo passado, mas contraditoriamente o “Senhor vê o coração”. A lente de Deus fotografa o nosso coração, numa espécie de imagem tridimensional com capacidade para registrar também o caráter e a nossa competência. Um outro detalhe importante sobre a lente de Deus tem a ver com a capacidade de registrar não apenas o momento, mas o coração por inteiro, isto é, a nossa biografia.

A fotografia é luz sobre o momento, mas momentos podem ser ensaiados, maquiados e artificialmente fabricados. Podem ser bem registrados, embora não necessariamente expressem a verdade da vida da pessoa. E quando isto acontece, a biografia não aparece, o que existe não passa de uma ilusão apenas. Entretanto, quando Deus contempla o coração de alguém, Ele lança a sua Luz para dentro dele, esta Luz captura o seu conteúdo mais íntimo e a biografia vem à tona. Ninguém mascara a biografia diante de Deus. O Photoshop não tem esse poder.

Mais importante que a imagem registrada é o conteúdo encoberto. Conteúdo é Caráter. A fotografia da alma revela o caráter. E caráter é facilmente manifesto nas relações mútuas, no desenvolvimento destas relações. Veja que andar na Luz tem o poder de promover comunhão. Se não temos comunhão é porque não andamos na Luz, e se não andamos na Luz, então somos como imagens refletidas no espelho que logo desaparecem. Se não andamos na Luz a fotografia se torna sem valor, pois não retrata a realidade da vida, mas somente a mentira do momento. Fotografias são entretenimentos, mas Caráter é conteúdo! Antes de publicar fotos no Facebook devemos nos perguntar: Como estou na fotografia da alma?

Texto Escrito por

Pr. Paulo/Comunidade Vida em Família - 21.06.2012.







� Comunidade Vida em Fam�lia-Todos os direitos reservados