Inicio Olá, Seja Bem-Vindo (a)
Sexta-feira, 06 de Dezembro de 2019.
Nossa Missão:
Adorar a Deus, Pregar o Evangelho e
Formar em Cristo em Todas as Pessoas.
Quem Somos
Onde Estamos
Horários dos Cultos
Grupo Familiar
Boletim
Ministérios
Tema Anual
Pastores
Fotos
Biblia Online
Aniversários
Multimídia
Parceiros
Contato
 
LOGIN
SENHA
LOGIN
SENHA
não sou cadastrado >>
 
Dia 31/3 Vigília de Oração às 20h
 
 
Dia 25/3 Culto dos Homens
 
 
Jejum e Oração para Toda a Igreja. Nos dias 24 de Abril a 14 de maio de 2017
Se o meu povo ORAR e CLAMAR, Eu ouvirei seu clamor e SARAREI a sua terra. 2Cr. 7.14.    ver +
   
   
A Igreja Cristã e a Homofobia
A nova moda agora é postar para o Brasil a igreja cristã homofóbica, como se os crentes fossem um bando de pessoas desorientadas que andam pelas ruas espancando os homossexuais, ou quem quer que seja.   ver +
   
   
A violência Urbana
A violência Urbana não é um problema do Governo apenas   ver +
   
   
Fotografia da Alma
As Aparências Enganam e as Fotografias Muito Mais!   ver +
   
   

ver +

UMA PALAVRA SOBRE O NATAL

Existem muitas histórias, fábulas e lendas sobre o surgimento do Natal e seus símbolos. Sinceramente, não tenho interesse em nenhuma delas. Quando temos a palavra em nossas mãos, as lendas e as fábulas não importam mais. (Tt. 1.14). Exatamente por isso não vou tratar delas, mas apenas focalizar duas únicas questões:

1. TODAS AS COISAS SÃO PARA A GLÓRIA DE DEUS.

"Porque dele e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente amém"(Rm. 11.36).

Será que as pessoas creem de fato nesse ensino da palavra de Deus? Será que as pessoas conhecem a palavra de Deus em Romanos 11.36?

Ao que tudo indica não creem, não conhecem, nem estão dispostas a conhecê-la!

Simplesmente por não conhecerem a palavra de Jesus, se apegam aos rudimentos de homens. Se todas as coisas são para a glória de Deus, então quando compro um objeto de decoração para minha casa, compro para a glória de Deus. Não compro um objeto pensando assim: “Esse cristal é para adorar a satanás”. Nenhum de nós faz isso não é verdade? Como conhecedores da palavra temos o privilégio de glorificar a Deus em todos os nossos gestos, em tudo o que fazemos, em tudo o que trazemos para dentro de nossa casa, inclusive em nossas compras. Às vezes, as pessoas adoram mais o diabo pela forma como gastam o seu dinheiro do que propriamente pelo que compram.

Precisamos ser mais inteligentes porque temos a palavra de Deus em nossas mãos. Quando eu compro um armário não estou interessado em procurar saber se o empresário que fez esse móvel é uma pessoa que tem um pacto para adorar o diabo. Eu simplesmente compro o armário, oro a Deus e consagro esse móvel ao Senhor. Posso garantir que ele está abençoado! A palavra me ensina que pela oração posso santificar meu armário “Porque pela palavra de Deus e pela oração é santificada” (1Tm. 4.5).

Quando se aproxima o período do natal algumas pessoas influenciadas pelo judaísmo anticristão resolvem proibir que outros irmãos decorem suas casas, montem suas árvores de natal e ainda tentam até impedir de celebrarem o nascimento de Jesus, sofismando que essa festa era uma antiga celebração pagã.

Todos nós sabemos do desejo inicial do inimigo em usurpar o lugar de Deus. (Is. 14.13-14). O que são os sacrifícios de animais nas encruzilhadas das estradas à noite? Não são tentativas do diabo em imitar os sacrifícios feitos a Deus no Antigo Testamento? Hoje, evidentemente não estamos no Velho Testamento e não precisamos sacrificar mais animais para Deus, visto que todo o sacrifício feito na cruz, por Jesus, foi suficiente. Mas, se estivéssemos ainda no tempo da lei deixaríamos de obedecer aos mandamentos de Deus porque o diabo estaria nos imitando? Sinceramente, acredito que não faríamos isso e nem devemos fazer hoje. Celebre o seu natal, decore a sua casa, faça essas coisas para a glória de Deus.

Nós precisamos saber o que a bíblia diz:

1.1. O ANJO DO SENHOR CELEBROU O NASCIMENTO DE JESUS.

“Ora, havia naquela mesma comarca pastoresque estavam no campo, e guardavam, durante as vigílias da noite, o seu rebanho. E eis que o anjo do Senhor veio sobre eles, e a glória do Senhor os cercou de resplendor, e tiveram grande temor. E o anjo lhes disse: Não temais, porque eis aqui vos trago NOVAS DE GRANDE ALEGRIA, que será para todo o povo: Pois, na cidade de Davi, vos nasceu hoje o Salvador, que é Cristo, o Senhor”(Lc. 1.8-11).

Já chega de tanta ignorância bíblica gente! O anjo do Senhor veio trazer notícias de grande alegria. E quando eu recebo uma notícia alegre, como sou uma pessoa normal eu celebro, vibro, me alegro! Quando você recebe uma notícia alegre você se entristece? Certamente não seria algo normal! O Natal é para ser celebrado por todos, porque nasceu o nosso Salvador. Quem não gosta do natal? As pessoas “crentes” que estão sofrendo forte influência do judaísmo (porque os judeus não reconhecem Jesus como o Messias) Responda a pergunta: O anjo do Senhor celebrou ou não o nascimento de Jesus?

1.2. O CÉU CELEBROU O NASCIMENTO DE JESUS.

“E, no mesmo instante,apareceucom o anjo uma multidão dos exércitos celestiais, louvando a Deus, e dizendo: GLÓRIA A DEUS NAS ALTURAS, Paz na terra, boa vontade para com os homens”(Lc. 13.14).

Quando Jesus nasceu o reino celestial celebrou o seu nascimento glorificando a Deus. Imagine que uma multidão no céu falava como os pentecostais da bléia: “glória a Deus”. Meus irmãos, parem de viver pelo que os outros dizem, parem de pensar como os outros pensam, vão à fonte, bebam água limpa! Busquem conhecer o que a palavra de Deus fala sobre a celebração do Natal. O céu celebrou o nascimento do nosso Senhor com expectativa de paz para nossa humanidade caída!

1.3. OS PASTORES CELEBRARAM O NASCIMENTO DE JESUS.

“E voltaram os pastores, GLORIFICANDO E LOUVANDO a Deus por tudo o que tinham ouvido e visto, como lhes havia sido dito”(Lc. 1.20).

Naquela noite aqueles homens rústicos foram visitados pelo anjo do Senhor e pelos exércitos celestiais e puderam presenciar a maior cantata da terra! E o que eles fizeram? CELEBRARAM! Glorificaram a Deus pelo privilégio de terem sido informados do nascimento de Jesus. Você ainda acha que Deus não deseja a celebração do Natal? Pois, eu celebrarei! Celebrarei com tudo o que tenho direito, com decoração em minha casa, no trabalho, no escritório, onde mais achar necessário falar de Jesus, e não me importa o que vão dizer aqueles que perderam alegria de celebrar o nascimento do meu Senhor. Eu não vou deixar de celebrar o nascimento de Jesus! Se nos esquecermos de celebrar o nascimento de Jesus, seremos tentados a nos esquecer da sua morte também! Esse é o único interesse dessa falsa espiritualidade!

1.4. OS MAGOS CELEBRARAM O NASCIMENTO DE JESUS.

“E, tendo nascido Jesus em Belém de Judéia, no tempo do rei Herodes, eis que uns magos vieram do oriente a Jerusalém... “E, vendo eles a estrela, REGOZIJARAM-SE MUITO COM GRANDE ALEGRIA. E, entrando na casa, acharam o menino com Maria sua mãe e, prostrando-se, o adoraram; e abrindo os seus tesouros, ofertaram-lhe dádivas: ouro, incenso e mirra” (Mt. 2. 1,10-11).

Os pastores foram avisados pelos seres celestiais e os magos pela estrela maior sobre esse grande dia. O desejo de Deus em anunciar o nascimento de Jesus aos homens é uma evidência inquestionável da sua vontade de promover a celebração do nascimento e vida do seu filho na terra. Não obstante, qual seria então a intenção de Deus em trazer aos pastores e aos magos “novas de grande alegria”? Qual seria o propósito de Deus, sobretudo em mostrar que até no céu havia muita adoração e júbilo? Você sabe que, às vezes, penso que o deus desse povo é sarcástico. “Veja, mas não deseje! Coma, mas não sinta o sabor! Ame, mas não muito! Tem crente que tenta viver desse jeito, pensando que está agradando a Deus. Nosso Deus não é sarcástico. Se ele nos traz uma boa notícia é porque deseja que nós a comemoremos muito! Precisamos lembrar que somos ordenados a celebrar até a morte de Jesus, como não poderíamos também celebrar a sua vida? (Lc. 22.19)

Com certeza você desprezaria imediatamente qualquer doutrina que lhe incentivasse a deixar de adorar a Deus, mas se ela surgisse travestida de uma falsa espiritualidade, inicialmente apenas declarando que não deveríamos mais celebrar o natal, porque “Natal é festa pagã” seria bem mais difícil perceber que essa conversa é mesmo diabólica, você não acha? Interessante que satanás está sempre “proibindo” o que Deus liberou e “liberando” o que Deus proibiu! O engano do maligno é sempre assim. Primeiro começa com uma proibição aqui, outra restrição ali, depois se manifesta através de uma espiritualidade mentirosa que disfarça bem as suas intenções como: proibir a ingestão de alimentos, condenar o uso de objetos que na verdade vão se desgastar com o tempo. Paulo nos alerta para essas falsas doutrinas em Colossenses: “Se, pois, estais mortos com Cristo quanto aos rudimentos do mundo, por que vos carregam ainda de ordenanças, como se vivêsseis no mundo, tais como: Não toques, não proves, não manuseies? As quais coisas todas perecem pelo uso, segundo os preceitos e doutrinas dos homens; as quais têm, na verdade, alguma aparência de sabedoria, em devoção voluntária, humildade, e em disciplina do corpo, mas não são de valor algum senão para a satisfação da carne” (Cl. 2.20-23).

A minha bíblia diz que os reis magos celebraram o nascimento de Jesus. Pouco me importa se a data 25 de dezembro é precisa ou não, pouco me importa se alguém no passado adorava o sol, a lua ou as estrelas nessa data. O que me importa mesmo é saber que quem criou todas as datas foi meu Deus e eu vou adorá-lo todos os dias da minha vida, inclusive no dia 25 de dezembro! Quantas vezes eu ouvi dizer que quando alguém se depara com gato preto dá azar. Quantas vezes escutei falar que a sexta-feira 13 é o dia do azar. Que apontar uma estrela dá verruga no dedo. Que comer carne de porco no final do ano traz fartura, porque o porco fuça pra frente. Quantas vezes ouvi dizer que pendurar uma ferradura em cima da porta dá sorte.

Quando a gente vai aprender parar de dar ouvidos às fabulas e às besteiras que as pessoas estão inventando por aí? Agora é moda os crentes terem superstições também: “Quando alguém decora a sua casa com uma árvore de natal está adorando a um deus pagão; “A árvore de natal é do diabo”! Irmãos, vamos parar com essas crendices. O diabo não criou absolutamente nada, a não ser a mentira (Jo. 8.44). Essas coisas foram inventadas para roubar a alegria do natal do seu coração. Isto sim é do diabo! Ele não gosta que celebremos a vida de Jesus. Mas nós a celebraremos, hoje e sempre.

Montar ou não uma árvore natalina em sua casa é um critério seu. Importante destacar que não cabe à nós cristãos decorá-la com enfeites de Papai Noel.

2. TODAS AS COISAS FORAM FEITAS POR DEUS.

“Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez” (Jo. 1.3).

Como ainda tem pessoas que não aprenderam nada da palavra de Deus. Porque isso é do diabo, porque aquilo é do diabo. Eu chego mesmo a pensar se elas são de Jesus. Elas conseguem ver o diabo em tudo. Elas têm prazer em dar ao diabo o que nunca lhe pertenceu em momento algum da historia da humanidade.

O DIABO NÃO É DONO DE NADA!

Uma coisa que me intriga bastante tem a ver com o texto da carta do Apóstolo Paulo aos Gálatas 3.1: “Ó INSENSATOS gálatas! quem vos fascinou para não obedecerdes à verdade, a vós, perante os olhos de quem Jesus Cristo foi evidenciado, crucificado, entre vós?”

Gostaria de pontuar que Paulo havia pregado o evangelho para aqueles irmãos pessoalmente. Entretanto, eles deixaram de ouvir o Apóstolo para ouvir outros mestres. Se o próprio Paulo enfrentou essa situação em que os seus discípulos deixaram de ouvi-lo para se enveredarem por outras doutrinas, imagine hoje com as facilidades do mundo moderno. São ensinos judaizantes, fundamentalistas, pentecostalistas, tradicionalistas, liberais, supersticiosos, mas bíblia mesmo que é bom ninguém quer saber. Um coração desprotegido é sempre um ambiente perfeito para todo o tipo de lixo teológico.

Quem fez as árvores? DEUS!

Quem fez as sementes que adornam as árvores? DEUS!

Quem fez as estrelas? DEUS!

Quem deu inteligência ao homem para fabricar estrelas de enfeites? DEUS!

Quem deu criatividade ao homem para tornar os ambientes mais agradáveis? DEUS!

Quem abençoou o homem com sabedoria? DEUS!

Quem o abençoou com a casa em que você mora? DEUS!

Quem colocou em seu coração o desejo de decorá-la? DEUS!

A árvore de natal que está em minha casa me foi dada por Deus. É para a glória de Deus. Não é instrumento de idolatria, nem de superstição. Não é símbolo de deus pagão nenhum. É para decorar a minha sala e apenas isto. E se você não quiser uma em sua casa, amém! Você é livre para escolher isso também, mas o que ninguém tem o direito de fazer é dizer que isso ou aquilo que o Senhor nos deu é do diabo!

Do diabo é a ignorância das pessoas, a falta de conhecimento da palavra. A sua árvore de Natal é uma bênção e seus filhos vão poder ouvir a história do nascimento de Jesus bem pertinho dela, abrindo os presentes e se alegrando com a salvação de Deus para sua casa.

Grande abraço,

Pr. Paulo

COMUNIDADE VIDA EM FAMÍLIA – Salvador/Ba

Conheça o Livro do Pr. Rosivaldo Araújo - Natal: Celebração Cristã ou Festa Pagã?

 







� Comunidade Vida em Fam�lia-Todos os direitos reservados